terça-feira, 23 de abril de 2013

Perguntas e respostas



Eu - Filha, qual o bicho mais inteligente do mundo?
Eloah - uhnnnn... Ah, ja sei mamãe!
Eu - Fala amor.
Eloah - A memória!
Por um momento pensei: mas  memória... não e um bicho, bem... não sei não!
Sai saltitante com a resposta tão correta!


terça-feira, 16 de abril de 2013

Listinha útil!

Bem, sei que muita gente tem sua própria, mas sempre vale a pena colocar um lista do que seria o mais relevante, claro, recebi muitas e algumas com um certo exagero e as coisas mudaram pelo bom senso e pitacos externos.
Vai aqui o meu pitaco para ajudar. Claro, com dicas!

Para quem vai para o hospital

Mala do do neném
- calças, tipo culote - 3
- conjuntos de pagão - 3
- conjunto para saida do hospital - 1 - esse vermelho, diz a tradição trazer boa sorte para o neném e a família sair do hospital de vermelho (eu não quis duvidar, meus dois saíram de vermelho!)
- macaquinho com pés  - 3
- cueiros - 3 - cueiro é um tecido de algodão bem gostosinho que mantém o neném quentinho e não chega a ser um cobertor
- fraldas de pano - 4 - para garantir, eu mesma nunca usei
- manta - 2 - de lã ou de algodão
- pares de meia - 2 - sim é preciso, pé frio não é legal pra neném
- gorro - 2 - de lã ou de algodão, pelo mesmo motivo dos pés, a moleira deve ser protegida
- pacote de fraldas descartáveis tamanho RN - 1 - mesmo para as mães que vão colocar fralda de pano, nesse momento do hospital é legal e bem pratico, usa-se pouco mesmo
- sapatinho de lã - 2 - só se fizer muita questão
- vira de manta - 1 - se quiser também, serve para sair do hospital, deixa o neném dentro de um pacotinho
Algumas pessoas ainda gostam de colocar 2 pares de luvinhas, mas para mim não é importante, mas coloquei para deixar todo mundo feliz!

Mala da mãe
- camisola - 3 - abertas na frente, lembrando que vai dar de mamar
- calcinhas grandes, ate a cintura - 3 - esse é o mínimo, pode ser mais uma ou duas se quiser trocar mais vezes
- chinelo de pano - 1
- chinelo de borracha - 1 - um é fofinho, mantém a mãe confortável, o outro dá mais mobilidade
- cinta ou faixa modeladora - 1 - pra mim foi essencial, mas existem controvérsias, mas se for usar, compra mais uma para usar em casa (enquanto uma esta lavando a outra vai sendo usada)
- pacote de absorvente pós operatório ou geriátrico - 1 - mas lembrar que deve comprar mais, mas do normal, para fluxo intenso, pois se sangra mais um tempo depois em casa, entre duas semanas e um mês
- robe - 1 - se fizer muita questão
- roupão - 1 - foi um luxo que me dei e foi óóóóótimo
- roupa para saída - 1 - essa depende de como voce é; como muitas visitas são esperadas no hospital, se preferir uns vestidinhos leves, de botão na frente, podem substituir as camisolas e nesse caso são 4
- soutien de amamentar - 3
Ainda tem a opção de levar: garrafa térmica para chá; óleo para massagem (para o parto, de arnica); além de bolsa de água quente, eu não precisei, mas sei que pode fazer falta.
Ah, lembrar de trazer sabonete, pasta, shampu, condicionador, pente, escova de dente para voce e o acompanhante.

Agora para casa

Farmacinha
 - algodão - muito - vai ser usado para limpar o umbigo, o bumbum do neném e etc
- creme para assadura - pesquise o de sua preferencia, falando com amigas e pediatras conhecidos, a minha dica é o da Welleda, não é dos mais baratos, mas comigo dura demais, e sobre assadura, mais abaixo.
- cotonetes
- funchicória - só usar depois de falar com pediatra ou alguém mais experiente, com cautela
- alcool a 70 - para o umbigo secar
- termometro
-  tesourinha de unha - não se iluda! essas mini unhas crescem sem parar, voce quase corta dia sim, dia não
Ainda tem uns remedinhos para febre, por conta das vacinas e viroses, mas sigam a indicação do pediatra, alopata, homeopata, antroposófico, o que for, nada de medicar pelo que dizem os não profissionais, pelamordeDeus!
Sobre assadura: uso maizena, amido de milho, umedecida. Atenção!  Tem que colocar água na maizena, o pó é muito fininho e não deve ser inalado pelo pulmão novinho do filhote! Sempre funciona muito bem.

Por enquanto estas! Breve mando mais umas lista úteis para as mães!

Mais uma lista!

Bem, agora vem mais!

Guarda roupa do neném
- bodys curtos - 5 - daqueles sem manga e sem calça
- bodys compridos / macacão  - 8 - quatro com pé fechado, e quatro com os pés abertos (por conta do rápido crescimento)
- casaquinho de lã - 2
- cueiro - 6 - esses a gente usa sem parar e sem sentir
- fralda de pano - 12 - mas se for usar no neném, o ideal é comprar o kit completo com 60 fraldas e com as proteções e tudo mais, essas 10 são para uso geral principalmente para a boca, e  identificar para diferenciar uma da outra
- babador - 7 - cinco atoalhados e dois forrados de plástico
- manta - 2 - melhor de fustão, se for uma mãe que bate muita perna com o neném como eu pode colocar mais uma na lista, serve para muita coisa na rua, forra o lugar onde colocar o neném
- cobertor / manta de lã - 2
- troca fraldas - um bem fininho para colocar na bolsa e outro no trocador de casa, por ser de plástico protege o local onde vai colocar e trocar o neném
- pares de meias - 4 - se nascer no frio, pode ser mais duas
- pares de sapatinho de lã ou linha - 4
- um canguru - bem, essa pode ser opcional, tem sling, capulana, e outras opções de preferência.
Sobre fraldas descartáveis: normalmente são 12 RN, 48 P e logo em seguida a tamanho M. Essa lista é dos primeiros 3 meses até completar 3 meses deve ser umas 36, mas M é um tamanho que usamos muito.

Sobre o carrinho, enquanto não ha sustentação do pescoço, ele não vira, senta sem ajuda, antes de uns 6 meses, o neném deve andar num carrinho com bebê  conforto, nada de abusar do corpinho que ainda esta em formação.

Uma novidade que me ajudou muito foi o BabySeat, uma espécie de banco que ajuda a levar o neném, pra mim foi a invenção da roda! Mas do mesmo jeito, só pode ser usado quando o neném já estiver se sustentando. Eu fiz errado, coloquei ele para me ajudar com o sling e ajudou muito, assim o peso não fica nos ombros somente, mas está errado!
Olha o site
http://www.babyseat.com.br/#

Muitas outras listas virão, mas por enquanto é só pessoal!
Beijos demais

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Hoje eu li uma frase que deixou com vontade de escrever.
"Não agüento quando acham que só vou saber o que é ser mulher quando for mãe"
E me veio o termo da felicidade.
Ser mulher é ter tanto e ser tanto que realmente ser mãe é mais uma parte de ser mulher, acredito muito mais na função da felicidade do que da maternidade.
Muito antes de ser mãe eu já sabia o que era ser mulher, carregar genética, social, psicologicamente esse  lugar no mundo.
São tantas as diferenças de seres humanos... entre mulheres então!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Eu quero viajar vovozinhaaaa!



Meus queridos, segue uma foto das brincadeiras da Eloah. Minha neta querida que me transporta para o mundo da fantasia sendo sempre muito concreta. Nesta, ela me mostrava que caberia na mala nova que comprei para viajar. Então, estas fotos seguem em homenagem aos seus cinco aninhos que será comemorado amanhã. 

Esse foi o email que recebi hoje de Angela, super avo da Eloah na vespera de seu aniversario de cinco anos.
Impossível não colocar!  
Eloah voce e o máximo! Viva voce e as experiencias maravilhosas nesses momentos com você filhota!

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Diálogos

Hoje, Eloah fez muita pirraça para ir dormir, o que não é novidade, mas cedeu em pouco tempo e algumas lágrimas.
No quarto, eu e ela ficamos em silêncio... adoro esses silêncios ficamos uma futucando a outra, unha, cabelo, finginho que tá tirando piolho...
Alguns minutos depois ela levanta, estamos na cama dela, colocando ela pra dormir.
eu - Ai meu amor, um dia você vai parar de fazer pirraça, eu tenho certeza que vai aprender a não fazer pirraça.
eloah - Eu vou mamãe, mas eu tenho que ficar maior, um pouco mais grande.
eu - Mas você já pode aprender com esse tamanho.
Ela vem e me dá um abraço bem apertado e fala no meu ouvido.
eloah - Obrigada pela resposta mamãe.


Beijo e mais beijo.


Ai ai! quase morri. 

quinta-feira, 3 de maio de 2012

sexta-feira, 23 de julho de 2010

poeMINHA


Meus pés descalços na pedra...

Seus pés descalços na pedra...

A sensação perfeita do tamanho do mundo, o mundo é só seu.

Meu mundo pra você, seu mundo cada vez melhor.

Prometo estar

Te amo

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Lição do dia

E então, como é ser solidário?
Mais uma lição para o dia a dia.
Hoje passei o dia, bem, parte dele conversando com a Eloah como é legal deixar as coisas saírem de casa para outras melhores entrarem. Como é legal dar coisas nossas para outras pessoas que elas poderiam carregar boas histórias como a dela.
Que uma família pode ser muito mais que só a gente e ser muito melhor doando, não porque está sobrando mas porque outros não têm nem o mínimo.
Que o mundo é muito melhor quando a gente divide.
Bem, tento sempre tirar um pouco do peso de filha única que ela ainda é. 
No final do dia: 
- Filha vamos arrumar as roupas e decidir o que vamos doar?
- Vamos mamãe!
Depois de muitos "esse pode" e "esse fica" e quatro sacolas enormes cheias de roupas de bebê. Lucas e Eloah partiram felizes para o Batalhão da Polícia Municipal entregar as roupas para bebês que iam usar aquelas roupas lindas que não cabem mais nela.
O papo na ida foi ótimo, ela se sentiu super orgulhosa de fazer aquilo, fez questão de carregar uma das sacolas (mamãe ajuda?).
Mas o mais incrível foi a alegria em fazer, "Vai dar pra neném! Vamos mamãe?"
Bem, vamos todos, até uma criança de dois anos sabe o que fazer quando é necessário.

terça-feira, 6 de abril de 2010

A mãe da Toninha?

Há três dias atrás, no Sábado de Aleluia passamos a tarde em casa de amigos muito mais que queridos, com o tempo fomos ficando, ficando, ficando e resolvemos, a convite deles, dormir lá, era só esticar um colchão, deixar o ar condicionado ligado baixinho e pronto, esta pronto nosso ninho de amor. O mais legal é que isso foi resolvido com a nossa filha junto, ela se divertiu muito, claro, não queria dormir na hora dela, mas ok, foi mesmo assim e passamos a noite super bem.
Domingo de Páscoa saímos e voltamos para a família, almoço, esconderijo dos ovos, conversa, chocolate, foi ótimo, para meu orgulho, Eloah gosta de chocolate mas se satisfaz com bem pouquinho, contrário da mãe.
Hoje, passamos o dia juntas, por conta do dilúvio no Rio de Janeiro não pude ir trabalhar e não tínhamos luz, logo seria o dia cheio de surpresas, nem o rádio da manhã para dançar, nem a música da abertura da novela para a Bisa cantar junto, ai como seria?
Foi maravilhoso, como a chuva não deixou brincar no quintal, vimos a chuva da janela, brincamos com todos os guarda chuvas da casa (são mais de vinte, nem me pergunte!), telefonamos para a vovó, o vovô, a Bia, a titia Karla, o papai, fiz a aventura da galocha, em busca de velas e provisões para uma casa sem geladeira, cantamos, dormimos de tarde, conversamos...
Quando começa a anoitecer a farra aumenta, ficando escuro, Eloah começa a descobrir pra quê serve a vela, o fósforo, o fogo na vela, a LUZ!
A casa mais parecia um templo, só na sala tínhamos acendido seis velas, nem parecia que faltava luz, e na verdade não faltava mesmo.
Com  noite, um silêncio maior na vizinhança, o sono veio um pouco mais cedo. Papai chegou, vamos brincar de esconde esconde? Corre corre, grita, todo mundo dá risada e a hora vem chegando. Vem chegando a hora de dormir, mas calma, ainda falta um pouquinho...
Foi nesse momento que falei o quão legal seria se a gente tomasse aquele susto de luz, quando ela volta sem aviso e inunda a casa toda pois ninguém mais se lembra o que está aceso ou não. Coincidência ou não a luz voltou, a farra aumentou. Brincamos até a hora de dormir, dela dormir.
Nessa hora Lucas me perguntou: e então, como foi seu dia?
Veio imediatamente a lembrança do sábado de aleluia. Chegou um momento no papo, a conversa estava frouxa e as idéias vindo junto com as palavras e o assunto virou as melôs que cantávamos. 
A melô do sexo anal: quero ver você não chorar, não olhar pra trás nem se arrepender do que faz/ quero ver o amor crescer, mas se a dor nascer você resistir e sorrir... 
A melô do cocô: você vai saindo de mim devagar e pra sempre...
Essas foram as emblemáticas mas uma melô que nunca saiu da minha cabeça foi a da Mãe da Toninha, ainda mais por que é uma melô muito ruim. A melô da mãe da Toninha é a seguinte: um dia a mãe da Toninha tomou conta de mim... uma alusão sem comentários a música Tédio (um dia a monotonia tomou conta de mim...) que o grupo Biquini Cavadão tocava sem parar na minha infância.
É definitivamente, desde que sou mãe a Mãe da Toninha não toma conta de mim.



terça-feira, 9 de março de 2010

texto de utilidade pública

Fátima mandou esse texto, ainda não estou precisando, mas se a filhota puxar a imaginação da mãe vai ter uma turma imaginária!
Vale a pena ler, prestar atenção nos rebentos é uma função maravilhosa, e necessária!

O amigo imaginário é uma saida saudável que a criança cria para suas necessidades
afetivas ou seus conflitos.
 
          Na maior parte são crianças sozinhas, mas as que não sozinhas também podem criar os amigos imaginários e se divertir com eles.
 
          Situações da vida como separação ou divórcio dos pais, morte de um ente querido, mudança de casa ou de escola,  saida de um amigo da escola, entre outras situações podem ser demais para a cabecinha da criança ( se não tem o suporte emocional adequado) e leva- la a criar uma amigo para partilhar com ele a intensidade de seus sentimentos naquele momento de sua vida.
 
          Esses amigos podem ser invisíveis, ou algum objeto personificado ( uma boneca, um bicho de pelúcia, uma medalhinha...) É importante que os pais conversem com a criança sobre esses amigos, como surgiram, sobre o que falam... enfim que realmente se interessem por esta questão.  As crianças têm muita sensibilidade e percebem quando os pais estão ou não dando importância para os assuntos dela, e o que as vezes parece uma simples brincadeira para os pais pode ser algo muito importante para a criança, onde elas estão elaborando suas questões emocionais, seus conflitos.
 
          A criança pode apresentar este comportamento entre 2 e 6 anos de idade, mas este período pode variar de acordo com a maturidade emocional.
 
          O importante é que os pais fiquem atentos ( se sentirem que a situação está se prolongando ou que afasta do mundo real, ou que passa muito tempo isolado...) e procurem apoio profissional. Nesses caso o tratamento Psicoterapeutico é indicado para toda a família pois a criança está sendo emergente de uma situação que certamente atinge toda a família.
 
Fátima Ayoubi

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

bicicleta

Desde antes de um ano, Eloah anda de bicicleta com a gente, esse foi o primeiro dia, com o pai, hoje em dia eu ando pra cima e pra baixo e Eloah é uma criança feliz, cada vez mais feliz!
video

da série antes de casar!



Uniforme de carnaval, foi maravilhoso, ficamos eu, Lucas e Eloah com a mesma roupa, família fez sucesso total!!!!!



terça-feira, 5 de maio de 2009

A gripe vale a pena por quê?

video

Preocupação, pouco sono para no fim só ter que fazer nebulização com soro! Graças a Deus!
A tosse no bebê é mais preocupante do que o espirro pois pode ser um alerta para a pneumonia, mas os pais de primeira viajem que sabem disso se preocupam e muito, fazendo quase a ala de pronto atendimento de pitstop.
O conselho é observar!
O soro de hora em hora e a nebulização dão o suporte necessário. Mas sempre tems que ficar de olhos bem abertos para a tossezinha não virar nenhum bicho de sete cabeças.
Mesmo sendo um processo chato, a nebulização salva e podemos transformá-lo em um momento de diversão, basta ter criatividade e paciência! São momentos memoráveis!!!!

terça-feira, 21 de abril de 2009

Dicas de para uma mãe contê

O banho do recém nascido!
Esse ritual que graças a história do homem vem evoluindo de maneiras incríveis vem simplesmente do rio e nossa relação na sociedade. Mas banho no neném é de importância vital e não devemos esperar o umbigo cair para dar o primeiro banho no nosso filho!
Podemos fazer rapidinho... em menos de dez minutos o bebê já está arrumado de novo.
1 - muito importante! O bebe deve trocar a roupa e tomar banho no mesmo ambiente, a mudança de lugar pode acarretar mudança de temperatura e isso não é legal, a pele do recém nascido ainda é muito sensível para essas mudanças e um resfriadinho pode vir. O banho é feito completamente no mesmo lugar.
2 - Cabeça primeiro! Faça um pacotinho com a toalhinha e deixe só a cabeça de fora e lave delicadamente, passar a mão molhada e jogar água bem de levinho. Com um braço você segura o bebê inteiro e om outro usa a mão para fazer o processo. Tomar muito cuidado com o ouvido para que não entre água.
3 - Terminado com a cabeça, vamos ao corpo: tirar a toalha e molhar a frente toda do corpo e ensaboar com o mesmo cuidado. Atenção no umbigo, deve ser limpo e molhado durante o banho, ele não está dolorido, mas tudo deve ser feito delicadamente.
4 - As costas: momento de atenção, virar o bebê de barriga pra baixo no seu braço, pode fazer tudo mais perto do seu corpo se pintar a insegurança na hora de carregar. A mão vai sustentar a cabeça e o pescoço e o corpinho no braço. limpar com a mesma delicadeza do resto do corpo.
5 - Terminado o processo pode deixar o bebê entrar em contato com a água. Sempre olhando para o neném e segurando, mergulhar o corpinho, evitar a cabeça, para que ele volte a sensação intra uterina, o bebê percebe que o bem estar não existe somente dentro da mãe e fica confortável.
Tudo isso deve se feito rápido, mas não com pressa. Muita calma mesmo!
Conversar, cantar, ficar sempre em contato com o bebê, passar segurança. Isso é muito importante. Fazer as coisas automaticamente só deixa o neném irritado.
Ah a temperatura da água: A primeira coisa que me falaram foi "temperatura de útero". Ok, mas eu já não me lembro que temperatura tinha quando eu estava no útero da minha mãe. O mais fácil pra mim é definir como morninho. Uma temperatura mais friazinha, mas tem que ser agradável no contato. Se os pais gostarem de água quente prestem atenção! A água deve estar mais friazinha, não é fria não mas não deve ser quente de forma alguma!
O banho é uma hora maravilhosa de contato com o bebê, se os pais alternarem essa função vão perceber que seu neném está cada vez mais esperto e ligado em vocês. 
video

quinta-feira, 16 de abril de 2009

quarta-feira, 15 de abril de 2009

da série antes de casar!

video

Esse primo é a coisa mais fofa do mundo!

quinta-feira, 9 de abril de 2009

da série antes de casar!


KARLA EU TE AMO!!!

da série antes de casar!

O primo mais velho!


O coisa gostosa aí é Maku! O raio e o trovão em pessoa, lindo, luminoso, rápido e esperto: CRIANÇA!


A estadia dele e de minha irmã aqui foi maravilhosa, deu para matar saudade até de brincar!
Queria que ficasse mais!
Muito amor pra essa mega pessoinha. Ele é demais.


quarta-feira, 8 de abril de 2009

Ok você venceu...


Sem batata frita e com muito amor!
Agora finalmente mãe casada continuo a saga deliciosa de ser mãe dessa filha que é a coisa mais gostosa e dá margem para outros filhos, os meus que virão (tomara!!!) e os dos meus amigos e amigos deles que pegam e dão as dicas por aqui.
Foi um momento maravilhoso que eu já esperava a muito tempo e que graças a muita teimosia, conversa e beijos consegui!
Sei que pra muitos não tem a menor importância, respeito, mas sempre precisei de ritos de passagem, para mim são necessários e marcam não só as pessoas que passam por ele, mas as que passeam por ele. Elas participam dessa alegria e dessa história. 
Casamento não é do casal, é de quem vai ao casamento!
Sim!
Agora de volta, bem mais firme e muito mais forte!